Cabeçalho

Há anos ocorrem ricos diálogos sobre Civilização Humana e Filosofia, Teologia, História e Cultura em geral! Tudo que possa interessar a alguém que espera da vida um pouco mais que outra temporada de BBB! Após diversos convites a tornar públicos estes diálogos, está feito! Quem busca uma boa fonte de leitura, por favor, NÃO VISITE este site. O que esperamos, de fato, é a franca participação de todos, pois não se chama “Outros Discursos”.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O Fim do Mundo!

            21/12/2012: Aqui estamos nós, frente a MAIS UM fim do mundo! Depois de atingir certa idade, você já assistiu tantas vésperas de colapso universal que perde a esperança na efetivação de alguma delas! 

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Docência e Solidão!


A reflexão que ora transcrevo não é inédita, uma vez que ocorre ao meu espírito desde meados de 2003/2004, época na qual tive minhas primeiras experiências na atividade docente. A solidão que experimentei ¹ não era triste, tampouco perturbadora, simplesmente uma constatação, o “dar-se conta” de uma característica intrínseca à existência humana: todas as vidas seguem! Ela se manifestava com periodicidades e magnitudes específicas:

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Viver é Insuportável!


No último feriado recebi o convite para a celebração do matrimônio de um casal de amigos. A noiva, nitidamente desgastada pela série de tarefas relacionadas aos preparativos para o evento, murmurava intensamente contra as mesmas. Isto me levou a refletir sobre a vida cotidiana, sobretudo, sobre o emaranhando de espinhos que nos cercam e ferem nossa pele em todos os momentos de nosso caminhar neste mundo!

sábado, 11 de agosto de 2012

Uma questão de Fé!


Estava eu visitando alguns interessantíssimos vídeos do universo ateu ¹, quando comecei a refletir sobre a eterna discussão entre crentes e descrentes, ambos vomitando suas “pseudoprovas” da validade de suas crenças e/ou do absurdo das posições contrárias. Surpreendeu-me o quanto é firme e profunda a Fé de um ateu; Digo “Fé”, porque o ponto de vista ateu é tão arbitrário (embora supostamente racional) quanto o de qualquer outra crença. A aposta – afinal, Fé é sempre uma aposta - do ateu é muito mais séria, compromissada e profunda que a de qualquer crente. Recebo esta revelação de uma divindade muito cultuada atualmente, a Lógica.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

O outro como espelho ¹ – Conclusão


Aqui estamos novamente. Chega o momento de retomar a discussão, seguindo para o ponto que me parecia chave: O Ciúme. Programas de televisão e mídias sociais apresentam profunda discussão sobre o assunto. Todo mundo tem opinião sobre o Ciúmes, alguns defendendo-o, outros criticando-o. Minha visão sobre o Ciúme é um pouco mais profunda, nem por isto mais verdadeira. Trata-se tão somente da MINHA opinião. Ela se vincula diretamente ao título da presente reflexão: O Outro como Espelho.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

O outro como Espelho – Introdução


Na semana passada, fui convidado a escrever sobre “traição, insegurança e ciúme”. Passei os últimos dias refletindo sobre o assunto. Como poderia discuti-lo sem desenvolver algum discurso moralista, retrogrado e ineficiente? Agora percebo que não é possível inserir esta pauta sem tomar uma posição: você necessariamente se inclina, seja para a liberalidade, seja para a moralidade. Que eu emita, então, meu ponto de vista. Que os senhores me crucifiquem em seguida!

terça-feira, 22 de maio de 2012

Filosofia de Vida


Um dia destes recebi, de um amigo, a seguinte mensagem de texto (torpedo): “É verdade que não existe Filosofia de Vida? Mande a resposta por e-mail!”. Pergunta interessante e recorrente em minha vida como (projeto de) Filósofo. Elaborada a resposta, compartilho-a aqui, com os senhores, na esperança de incentivar discussões a respeito:

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Há Motivo no Universo?

O texto que segue não é nada conclusivo. Trata-se apenas de um questionamento! Estou participando de um rico diálogo com amigos através de uma rede social (Facebook), o qual levou-me ao questionamento que dá título a este texto. Abaixo replicarei algumas observações que fiz no diálogo, compartilhando assim a discussão com os visitantes deste Blog. Conto com a participação dos senhores:

sexta-feira, 13 de abril de 2012

O que é a Mulher?


Graças ao programa “Café Filosófico” desta noite ¹, no qual se discutia “A mulher, a vida sexual e o casamento: as mudanças das relações”, surgiu-me uma pergunta a qual, infelizmente, não foi respondida no programa: “O que é a Mulher?”

quinta-feira, 29 de março de 2012

Amizade existe?


“Pessoas ao redor do mundo sentiram, na tarde desta quinta feira, oscilações na Força!”, talvez esta sentença não tenha qualquer significado para alguns leitores deste Blog ¹, mas faz todo o sentido para um grupo de três amigos que à pouco se reuniu para tomar um chá num Shopping Center na Zona Leste de São Paulo.

terça-feira, 20 de março de 2012

D.E.D. ¹: O que, afinal, são as Galáxias?


Alguém é capaz de me esclarecer como é possível existir uma Galáxia? Não vale visitar a Wikipédia e me trazer um “copy paste” da definição de “Galáxia”. A minha dúvida não é sobre sua forma ou definição, mas sim sobre a condição de possibilidade de sua existência. Explico:

quinta-feira, 8 de março de 2012

Fragmentos - Apenas Uma Palavra!


            Existe uma frase, uma interrogação, a qual repetimos com tamanha frequência que chega a parecer um mantra.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Que a Força esteja com você!


            A mesma experiência desta manhã (da semana retrasada, considerando a data na qual pretendo publicar o presente texto), levou-me a uma segunda reflexão ¹, a qual preferi inserir em um texto distinto para não misturar os assuntos. Muitas vezes as palavras e ações de terceiros nos atingem de forma negativa, nos magoam e machucam espiritualmente (mentalmente) e até mesmo fisicamente. É o Mal que nos fazem. Muitas vezes este mal pode ser realizado inconscientemente, como o caso do sujeito que passou na minha frente no trânsito. Ele não tinha qualquer intenção de me machucar (de fato, não o fez), apenas desejava chegar mais rápido em seu destino, não obstante, me fez algum mal, já que me levou a pensamentos negativos. Frequentemente somos alvejados por males realizados tanto de forma consciente quanto inconsciente. Não me cabe, neste momento, discutir os motivos do agente daquela maldade. No momento, quero refletir sobre nossa reação à maldade.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Quem é meu inimigo?


            Nesta manhã (16/02/2012), enquanto levava meu filho para a escola, observei um sujeito um tanto apressado entrar na contramão em local totalmente impróprio para isto (estávamos frente a um cruzamento) e postar-se em minha frente, sobre a faixa de pedestres, apenas para poder arrancar primeiro tão logo o semáforo ficasse verde. Meu civilizadíssimo instinto de motorista levou-me instantaneamente a um pensamento que não é raro neste tipo de situação e em tantas outras que ocorrem quando um desses “malandros” da vida usa de sua aguçada esperteza: fiquei dividido entre o desejo de possuir uma arma para alvejar sua roda traseira ou que o simples acaso punisse seu desacato às leis de trânsito com um pequeno acidente (eu nunca disse que era perfeito). Deste momento de profunda maldade algo diferente me ocorreu. Hoje, amei aquele sujeito e fiz uma breve prece pela sua felicidade, sem que isto fosse vinculado ao seu aprendizado ou amadurecimento. Ou seja, orei para que ele fosse feliz, independente de que viesse a perceber ou corrigir sua postura irregular.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Buscando a Felicidade!


O texto que segue é uma reflexão de minhas senhora (não o é à toa), Luciana Busquets. Compartilho-o com os senhores, na esperança de que este convite à revisão de nossa postura atinja o maior número possível de pessoas:

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Prefiro a Monarquia!


Julgar o Homem Contemporâneo apto à República (prefiro a Monarquia) equivale a conceder CNH's aos Primatas ¹! De tempos em tempos experimentamos a chamada “Festa da Democracia”! Sem dúvida é uma festa, pois se trata de um evento no qual todos nós pegamos nossos títulos de eleitor como se fossem cartões de crédito e damos de presente para o aniversariante (o espertalhão eleito) um salário o qual a maioria de nós morrerá sem ter idéia do quanto é!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Propriedade!


Sem recorrer ao dicionário, evitando assim que o desenrolar deste raciocínio sofra alguma influência, arrisco dizer que o conceito de “Propriedade” derive diretamente do conceito de “Próprio”, como o radical evidencia. Imagino que “Propriedade” signifique “Aquilo que lhe é próprio”, em todos os desdobramentos que formos capazes de estabelecer. Seguindo esta linha, poderíamos supor que nada é menos humano que a Propriedade. Explico:

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Reconhecimento!


O texto que segue não é inédito! Foi composto no final de 2005, no encerramento de um Treinamento sobre Excelência no Atendimento, realizado no Unibanco. Reencontrei o manuscrito ao mexer em minhas coisas e tive vontade de compartilhá-lo:

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

O que é Heterossexualismo???


Ainda não li o discurso do Papa, portanto, não posso comentá-lo!¹ Devemos lembrar que o papa é o representante máximo de uma Fé a qual não apóia o homossexualismo (algo biblicamente condenado), portanto, seria leviano de sua parte o apoio direto a tal movimento! Vale ressaltar que os inúmeros casos de pedofilia na igreja são uma fração da infinidade de casos de pedofilia na sociedade em geral, assim, não nos cabe condenar a igreja, mas sim a espécie humana como se tem configurado.